Com a liberação dos autotestes de Covid, fabricantes abrem vagas e aceleram produção para garantir entregas - EDA Saúde

Skip links

Com a liberação dos autotestes de Covid, fabricantes abrem vagas e aceleram produção para garantir entregas

Com a aprovação pela Anvisa da venda de autotestes, fabricantes correm para adaptar linhas de produção e contratar funcionários para que o produto chegue nas prateleiras em cerca de um mês.

Segundo Carlos Gouvêa, presidente executivo da Câmara Brasileira de Diagnóstico Laboratorial (CBDL), a demanda por testes rápidos deve alcançar quase dois milhões em um mês nas grandes redes de farmácias.

Registrato: Já sabe se tem dinheiro ‘esquecido’ em banco para receber? Entenda o sistema do BC em 5 pontos

Os primeiros autoteste chegarão ao consumidor entre o fim de fevereiro e o início de março com preço de R$ 40 a R$ 75.

A EcoDiagnóstica protocolou na segunda-feira o pedido de registro do autoteste e já teve de fazer alterações no processo produtivo:

— Só nesse ano, já foram contratadas 250 pessoas. A expectativa é que sejam contratadas mais cem quando começar a produção do autoteste. Hoje, a produção é manual. Queremos semiautomatizar o fechamento da caixa com a colocação dos componentes — explica José Arthur Moreira, diretor comercial da empresa.